Claudio Miyake

Marinês Piva recebe placa em homenagem ao dia dos professores

29/10/2019

WhatsApp Image 2019-10-29 at 19.38.51

Em homenagem ao dia dos professores, o vereador Claudio Miyake entregou esta semana, em parceria com o vereador Edson Santos, uma placa com moção de aplausos a professora Marinês Piva.


A homenagem é justificada pelo trabalho realizado em Mogi pela professora Marinês.  Sua trajetória pela educação mogiana iniciou-se em 1.982, quando começou a trabalhar na Escola Estadual Professora Laurinda Cardoso Mello Freire, no Jardim Universo e onde, por 10 anos, comandou a equipe responsável pela transformação da escola em modelo para todo o Estado. Com mais de 3 mil alunos, o prédio da escola era constante alvo de vândalos e se encontrava todo depredado e o ambiente interno também refletia esse vandalismo. Para transformar a escola, Marinês e sua equipe entenderam que primeiro era necessário transformar a comunidade em seu entorno e inserir a vivência escolar no ambiente comunitário. Teatro, música, esporte, dança, feira de ciências, entre outras atividades, foram introduzidas. Aos finais de semana a escola era aberta para receber a comunidade. Não apenas os alunos, mas os moradores respiravam e viviam a escola. Como resultado, no ano seguinte o prédio foi reformado pelo Estado. Os alunos da escola passaram a fazer estágio nas empresas da cidade, a escola virou referência, tendo até lista de espera dos muitos interessados em estudar lá. Após 10 anos à frente desse visionário e transformador trabalho, Marinês aposentou-se como diretora de escola. Recebeu então o convite e passou a integrar a Secretaria de Estado da Educação na equipe que dirigiu o projeto Escola-Padrão.


Em 1.993, o então Prefeito Chico Nogueira a convidou para trabalhar com os projetos culturais comunitários na Secretaria de Cultura, comandada pelo professor Armando Sério da Silva, com a meta de descentralizar a cultura levando-a aos bairros de Mogi.


No final de 1.994, o Governo Federal entregou à cidade o CAIC e o então Prefeito Padre Melo a convidou para implantar e assumir a direção da escola, que foi a primeira de Ensino Fundamental administrada pela Prefeitura. O projeto, que começou com pouco mais de cem estudantes deu tão certo que, a partir do segundo ano, mais de mil alunos já estavam matriculados. Os alunos tinham acesso a assistência médica, odontológica, alimentação, esporte e tudo o que precisavam para uma formação de qualidade. Esse trabalho alçou o CAIC de Mogi ao patamar de modelo entre as instituições implantadas no país e Marinês permaneceu a frente da instituição até o ano de 2.000. Levantando a bandeira da educação, em 2.001 assumiu a professora assumiu uma vaga como vereadora na Câmara Municipal.


“Marinês desenvolveu em Mogi das Cruzes um trabalho pela educação com repercussão positiva em todo o país e, por isso, foi uma honra apresentar essa congratulação em nome desses profissionais que demonstram tanto amor à arte de ensinar” discorreu Miyake sobre a relevância do trabalho desenvolvido por Marinês.


O vereador também deu um ponto de vista interessante sobre a educação. “Educar transcende o labor, é missão, vocação. O educador tem como dever incutir na mente do aprendiz a capacidade de aprender, de raciocinar, de ousar, e de transformar o seu entorno. E quem educa também aprende. Aprende que só se liberta uma sociedade, quando se torna livre a sua mente”, finaliza ele.


Para visualizar o álbum de fotos, clique aqui.



Chegou a hora de somar forças para fazer a diferença!

Claudio Miyake