Claudio Miyake

Câncer – informações para reflexão

02/12/2019

CANCER-LEGENDADO

Celebra-se hoje o Dia Nacional de Combate ao Câncer. Com o objetivo de reforçar ações de prevenção e diagnóstico precoce, além de difundir conhecimento sobre a doença e formas de tratamento, elaborei a lei 6951/14, que estabeleceu a Semana Municipal de Prevenção e Combate ao Câncer.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) a palavra “câncer” refere-se ao nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. Estas células dividem-se rapidamente e tendem a ser agressivas e incontroláveis, ocasionando a formação de tumores, que podem espalhar-se pelo corpo. A capacidade das células de invadir outros órgãos e tecidos é conhecida como metástase. No Brasil, em 2018, foram registrados mais de 580 mil casos novos de câncer. No período entre 2012 e 2015, a região do Alto Tietê teve um crescimento de 30% na média mensal de atendimento a pacientes com câncer.

Entre os diversos tipos da doença, vale ressaltar alguns. O câncer de próstata é o que mais atinge os homens. Em 2018, no Brasil, foram mais de 68 mil ocorrências. Isso representa 31,7% de todos os casos. A cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos. Os dados de óbito para este tipo de câncer também são alarmantes. Foram 15 mil mortes, a segunda maior causa de morte pelo mal em homens no Brasil.

O câncer de mama também tem lugar destacado devido a sua incidência entre as mulheres. Em 2018 foram cerca de 60 mil casos, representando praticamente um terço dos diagnósticos de câncer no sexo feminino. Os 16.724 óbitos elevam esta neoplasia ao topo entre as que mais matam.

Como cirurgião-dentista não poderia deixar de trazer à tona os dados do câncer bucal. Foram quase 15 mil novos casos no ano passado, o que confere ao país o terceiro lugar entre os países com mais ocorrência. É importante ressaltar que aproximadamente 75% dos casos são no sexo masculino.

Esses dados devem nos levar a ação. Cabe ao poder público políticas de conscientização cada vez mais frequentes e, concomitantemente, a elaboração de políticas de saúde cada vez mais adequadas a realidade que se apresenta. Em Mogi das Cruzes, o Outubro Rosa incentivou a realização 4.415 exames preventivos, além de uma série de palestras e ações de conscientização. Na primeira de semana do mês corrente, por conta do Novembro Azul, a secretaria de saúde havia conseguido realizar 273 coletas para exame de PSA (sangue), que verifica o câncer de próstata. Estas são ações importantes e, aliadas a uma eficiente rede de tratamento, podem trazer a cura a pessoas que antes, poderiam não sobreviver.

Aos cidadãos, a consciência dos cuidados com a saúde é o mais importante. A visita aos profissionais de saúde, seja o seu médico ou o cirurgião-dentista, deve ser regular, assim como a realização dos exames próprios de cada caso e idade. O tabagismo e o consumo de álcool em excesso estão entre as maiores causas da doença, devendo ser evitados a todo custo. Além disso, a saúde depende de hábitos saudáveis de alimentação, cuidados com o peso corporal e a prática habitual de exercícios físicos. Essas são medidas simples, mas muito eficazes quando falamos de câncer.

Boa saúde para todos!



Chegou a hora de somar forças para fazer a diferença!

Claudio Miyake